Resultados da sua pesquisa

Acidentes no condomínio: como proceder?

Postado por Acir Administradora em janeiro 11, 2019
| Blog
| 0

Acidentes e problemas de saúde não têm hora e nem lugar para acontecer. É essencial que condomínios, devido à grande circulação de pessoas, estejam preparados para esses momentos. E muitas vezes é possível até salvar vidas com procedimentos básicos de primeiros socorros no condomínio. Se precaver em relação a emergências não é apenas cautela, é norma!

 

O que dizem as normas:

A NR-07 (norma regulamentadora do Ministério do Trabalho) estabelece em artigo que: Todo estabelecimento deverá estar equipado com material necessário à prestação dos primeiros socorros, considerando-se as características da atividade desenvolvida; manter esse material guardado em local adequado e aos cuidados de pessoa treinada para esse fim.

E, além desta, há a ainda a NR-05 que obriga todos os condomínios a oferecerem o curso da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) para pelo menos um de seus funcionários.

Ou seja, todo condomínio deve manter um kit básico de primeiros socorros, que contém normalmente: luva, gaze, atadura, esparadrapo, algodão, soro fisiológico, hastes flexíveis, colar cervical, faixas e tesoura com ponta arredondada. E ainda ter um funcionário que saiba como realizar o primeiro atendimento; não apenas limitado a fazer curativos, mas que também saiba como proceder diante de uma crise convulsiva ou engasgo.

Uma curiosidade: algumas localidades pedem ainda mais atenção! Em São Paulo, por exemplo, locais que possuam mais de 1.500 pessoas devem contar com um desfibrilador e alguém capacitado para operá-lo.

 

Primeiros socorros no condomínio: é preciso estar preparado

Quedas, mal súbito, crise convulsiva, desmaio, engasgos e queimaduras são situações relativamente frequentes, até em condomínios. Isso não quer dizer que seja preciso manter uma equipe com profissionais da saúde de plantão, mas é possível.

Sempre que possível, é importante que algum morador, no caso dos condomínios residenciais, ou ocupante de sala comercial, também participe do treinamento do Designado Cipa, que pode ser realizado nas próprias dependências do condomínio. Assim, haverá ainda mais possibilidades de encontrar alguém apto a fazer os primeiros procedimentos em caso de necessidade.

 

Não são apenas os funcionários que podem ajudar nos primeiros socorros. A pessoa treinada pode ter papel determinante, mas qualquer um que tenha o devido conhecimento deve participar.

Vale lembrar que mesmo que seja realizado o atendimento de primeiros socorros, em caso de emergências é indispensável solicitar o socorro do Corpo de Bombeiros (193) ou do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) pelo número 192.