Resultados da sua pesquisa

Síndicos: é obrigatória a comunicação sobre violência doméstica e familiar

Postado por Acir Administradora em setembro 29, 2020
| 0

O governador do Estado do Rio de Janeiro sancionou a Lei nº 9014, de 18 de setembro de 2020, que dispõe sobre a comunicação de ocorrências ou de indícios de violência doméstica e familiar contra mulheres, crianças, adolescentes, pessoas com deficiência ou pessoas idosas, nas dependências de condomínios residenciais.

Segundo o artigo 1º da lei, as ocorrências deverão ser comunicadas aos síndicos ou outros administradores condominiais devidamente constituídos, que acionarão imediatamente a autoridade policial ou o órgão de segurança especializado. No caso ocorrência de violência contra crianças e/ou adolescentes, a comunicação deverá ser encaminhada ao respectivo Conselho Tutelar.

Nos casos de ocorrência em andamento, a comunicação à autoridade condominial deverá ser feita por telefone ou pessoalmente. Nas demais hipóteses, a comunicação deverá ser feita por escrito no prazo de 24 horas após a ciência do fato. Neste caso, fica autorizada a criação de meios de comunicação interna pelos condomínios com vistas ao recebimento de denúncias sobre violência doméstica ocorridas nas unidades privativas ou nas áreas coletivas do condomínio, garantido, quando necessário ou solicitado, o anonimato do condômino que fizer a notificação.

Veja a lei na íntegra

 

Fonte: ABADI.