fbpx
Resultados da sua pesquisa

Resolução libera piscinas e áreas de lazer em condomínios

Postado por aciradm em janeiro 18, 2021
| 0

A resolução das secretarias de Saúde, estadual e municipal, publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial traz novas medidas contra o coronavírus, com restrições e flexibilizações de atividades, como a liberação de áreas de lazer particulares, como piscinas de condomínios.

O texto prevê que as áreas de lazer dos prédios devem ampliar o horário de funcionamento, e os condomínios precisam observar as normas de higiene.

A capacidade de público depende do risco para o coronavírus, estabelecido pelo Centro de Operações e Emergências – COE Covid-19, a partir do boletim epidemiológico semanal. O último boletim, divulgado no dia 8, trazia 18 bairros com risco alto (Confira a lista no final da reportagem).

Em bairros com risco moderado não há limitação. Já em locais com risco alto, a limitação de público deve ser de 2/3 da capacidade interna. Em regiões com risco muito alto é permitida metade da capacidade.

Confira as outras mudanças:

Os cinemas e teatros devem ampliar o horário de funcionamento, a despeito da classificação. Locais com risco moderado devem funcionar com metade da capacidade; risco alto 1/3 da capacidade; risco muito alto: 1/4 da capacidade, com distanciamento de 2 metros.

Para os supermercados e farmácias, em regiões de risco moderado não há restrições; risco alto: 2/3 da capacidade; risco muito alto: metade da capacidade e ampliação obrigatória do horário.

Os shoppings devem funcionar com 3/4 da capacidade em regiões com risco moderado;

risco alto: 2/3 da capacidade; risco muito alto deve ser fechado, exceto para entrega em domicílio.

Em caso de risco muito alto, as seguintes atividades devem ser suspensas: ambulantes e feirantes; estádios e ginásios; clubes; museus; galerias e exposições de arte; aquário; conferências, convenções e feiras comerciais.

Confira a lista a classificação dos bairros:

  • Bairros com alto risco para a Covid-19:

Zona Norte: Tijuca, Rio Comprido, Vila Isabel, Méier, Irajá, Madureira e Anchieta.

Zona Oeste: Bangu, Campo Grande, Santa Cruz, Realengo, e Barra da Tijuca.

Zona Sul: Botafogo, Copacabana e Lagoa.

Região Central e Ilha de Paquetá: Centro e Santa Teresa.

  • Bairros com risco moderado:

Zona Norte: São Cristóvão, Ramos, Penha, Inhaúma, Ilha do Governador, Pavuna, Jacarezinho, Complexo do Alemão, Maré e Vigário geral.

Zona Oeste: Guaratiba, Jacarepaguá, e Cidade de Deus.

Região Central: Zona Portuária

Zona Sul: Rocinha.

Fonte: Jornal O Dia