fbpx
Resultados da sua pesquisa

Quanto custa contratar uma administradora de condomínio?

Postado por aciradm em agosto 31, 2017
| Blog
| 0

Quanto custa contratar uma administradora de condomínios?

A contratação de uma empresa para administrar condomínios é cada vez mais comum. Isso acontece porque hoje a rotina de um condomínio – seja ele residencial, comercial ou misto – muitas vezes pode ser comparada a de um negócio, o que exige uma administração especializada. A figura do síndico também mudou e ele passa a enxergar cada vez mais a terceirização de serviços como fundamental.  O valor que ter uma administradora representa, por conta de todas as facilidades trazidas para o síndico e para os donos dos imóveis, tende a ser maior do que os custos que essa contratação traz. Mas quanto custa contratar uma administradora de condomínio? A resposta não é definitiva, mas existem alguns caminhos gerais utilizados pelas empresas.

O custo para se contratar uma administradora não é tabelado e pode ser negociado com as empresas. O valor, normalmente, varia de acordo com as características de cada condomínio e com os serviços que são ofertados. O número de unidades (salas ou apartamentos), o número de funcionários, a estrutura e o tamanho do condomínio, e a localização dele na cidade são os principais fatores que influenciam no valor da proposta.

Há ainda empresas que cobram uma porcentagem do valor que o condomínio arrecada. Outras regulam sua cobrança pelos serviços a partir dos gastos do cliente de acordo com o trabalho gerado. Também podem ser acrescida uma porcentagem no valor, para o custeio de despesas com material de expediente.

 

Principais serviços prestados pelas administradoras de condomínio

Com as administradoras, o condomínio passa a ter os serviços gerenciados por uma equipe preparada para isso. Essa equipe pode resolver desde a parte burocrática da administração, até mesmo problemas entre os moradores.

Dentre os serviços mais comuns estão: a contratação de funcionários, administração da folha de pagamento, contabilidade, manutenção, cobranças amigáveis ou judiciais, presença em assembleias, lançamentos bancários e relatórios mensais.

Isso tudo com uma prestação de contas bem analisada e organizada, o que torna possível uma melhor gestão financeira e possibilita a economia ou até que o condomínio invista melhor o dinheiro.

Além desses serviços ainda tem o, provavelmente, principal: consultoria e orientação. O síndico e qualquer morador passam a contar com um atendimento personalizado para dúvidas e reclamações necessárias. A administradora também presta o serviço de atendimento pelo condomínio quanto as obrigações legais.

Na maioria dos casos a pergunta mais adequada não deveria ser “quanto custa contratar uma administradora de condomínio?”, e sim “quanto vale entregar os problemas do condomínio na mão de profissionais?” – e de quebra ainda reduzir o surgimento desses problemas e planejar melhor os investimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.