fbpx
Resultados da sua pesquisa

E quando a locação de temporada acabar, o que fazer?

Postado por Acir Administradora em janeiro 24, 2020
| Blog
| 0

Com a chegada do verão e o aumento de turistas na cidade, muitos proprietários cogitam a possibilidade de obter renda e cobrir custos com um imóvel vago utilizando o recurso da locação por temporada. Dessa forma, reduz-se o prejuízo com o pagamento das cotas de condomínio e IPTU do imóvel.

 

Hoje em dia, essa prática é bem frequente entre pessoas em todo o mundo. Nessa modalidade o contrato é de curto prazo, com duração de um final de semana até 90 dias. O valor pode ser cobrado por diária e o proprietário o recebe antecipadamente.

 

Mas o que fazer quando a temporada de verão chegar ao fim?

 

Quando a alta temporada acabar, o proprietário pode não ter conseguido suprir nem metade dos custos que o imóvel vazio gerou, cabendo então a pergunta: como não ter prejuízo com este imóvel?

 

O período de alta de turistas começa a diminuir logo depois do carnaval, e o proprietário que optar somente pela modalidade de temporada pode amargar longos períodos com o imóvel vazio, esperando ansioso pelos períodos de feriado para voltar a ter retorno financeiro.

 

Devo trabalhar desde já com a locação fixa, ou seja, contrato de 30 meses?

 

Existe uma grande demanda no mercado locatício de pessoas que estão em busca de um novo imóvel, mas que não têm necessidade de mudança imediata como, por exemplo, aquelas que ainda precisam realizar processo de entrega de chaves de seu apartamento atual. Neste caso, o locatário pode deixar acordado com o proprietário do futuro imóvel uma data para início da nova locação. Ganha o inquilino, que consegue trocar de imóvel com tranquilidade, e ganha o proprietário que alugava seu imóvel por temporada, que agora passará a contar com uma renda certa da locação do seu imóvel por um longo período de tempo.

 

Cabe ressaltar, que de forma geral, os imóveis que estão sendo oferecidos para locação de temporada têm a vantagem de na maior parte dos casos encontrarem-se em boas condições de conservação, normalmente modernizados e mobiliados. Isto pode ser um atrativo a mais para quem busca um novo lar.

 

Caso o proprietário opte por migrar da locação de temporada para o contrato de longo prazo, é interessante lembrar de fazer uma programação que permita mostrar o imóvel para os novos interessados, sem impactar em quem vai alugar o imóvel para temporada. Se estiver trabalhando com administradoras ou corretores, sempre é importante manter essa comunicação bem clara para evitar transtornos e perder possíveis candidatos.

 

Por último, uma dica:

 

Independente da escolha de locação por temporada ou locação fixa, sempre busque empresas que possam auxiliar na administração e orientação jurídica. A mediação dessa relação entre locador e locatário, mesmo que por um curto período, necessita de conhecimento e expertise que são fundamentais para evitar conflitos e problemas futuros.

Fonte: ACIR Administradora