Resultados da sua pesquisa

Dengue nos condomínios: como evitar?

Postado por Acir Administradora em janeiro 17, 2020
| Blog
| 0

Com a chegada do verão, os síndicos e moradores de condomínios devem começar a reforçar a atenção para a proliferação do mosquito Aedes-Aegypti. Além da dengue, o mosquito é responsável pela transmissão da Zika e da Chikungunya. Devido às chuvas constantes nessa época do ano, é comum notar o aumento da incidência dos casos da doença nos condomínios residenciais. 

 

Os condomínios são locais muito convidativos para a multiplicação do mosquito, devido ao grande fluxo de pessoas e muitos esconderijos. Locais como lajes, ralos, casas de bombas, calhas e fosso de elevador, estão entre os locais preferidos para o mosquito depositar seus ovos. Segundo dados da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) 90% dos focos de dengue são encontrados dentro de casas e condomínios. 

 

Separamos algumas dicas para deixar seu condomínio livre desse mosquito indesejado:

  • Evite o acúmulo de água nos jardins, calhas e marquises
  • Mantenha as calhas limpas e sem pontos de acúmulo de água
  • Realize o tratamento adequado nas piscinas, com uso de cloro
  • Fique atento à coleta de lixo e evite entulhos parados
  • Mantenha a caixa d’água vedada e faça sempre a limpeza
  • Conscientize seus vizinhos sobre essa causa, colocando avisos e levando a pauta para a reunião do condomínio.
  • O síndico deve ficar atento sobre as áreas que mais necessitam de atenção e limpeza constantes. 

 

A prevenção contra o mosquito é dever de todos os condôminos e só poderá ser realizada com o auxílio de todos. Faça sua parte!