Resultados da sua pesquisa

Deixar o apartamento vazio exige cuidados com a segurança

Postado por Acir Administradora em janeiro 6, 2021
| 0

Segundo o diretor comercial do Grupo GR, Ricardo Franco, um dos maiores problemas em condomínios durante a ausência dos moradores envolve incêndios. Ele recomenda manter aparelhos elétricos fora da tomada, exceto geladeira, e se certificar de que todos os espaços da unidade estejam fechados.

Ainda entre os cuidados dentro do imóvel, o advogado Thiago Badaró sugere desligar registros de gás e de água, para evitar vazamentos. Se não tiver um cofre, é recomendado espalhar objetos de valor pela casa, em locais de difícil acesso. Outra possibilidade para reforçar a segurança é instalar equipamentos como câmeras de vigilância com sensor de movimento.

O advogado Alexandre Callé reforça a importância de manter telefones e emails de contato atualizados no condomínio ao longo do ano. Além disso, ele aconselha que a administração predial reforce os cuidados entre os funcionários para identificar quem entra e sai do prédio.

Badaró destaca que animais de estimação não podem ficar sozinhos por dias, abandoná-los é crime. Se não for possível levá-los na viagem, é recomendado deixar com alguém de confiança ou em hotéis específicos para animais durante a ausência de seus tutores. Callé acrescenta que donos de peixes podem instalar um alimentador automático no aquário.

Os especialistas não recomendam contar a todos que ficará fora, nem deixar a chave do imóvel com pessoas que não sejam da confiança dos moradores. “Imagine que ela esqueça a porta aberta”, exemplifica Callé. Para ele, além da discrição sobre a viagem, o ideal é evitar visitas durante a ausência. Se for realmente necessário, Franco sugere escolher alguém de confiança e fazer uma autorização prévia de entrada no prédio.

Em caso de ocorrências, como furtos, os advogados explicam que o morador pode procurar o síndico e, se for o caso, recorrer à polícia e registrar boletim de ocorrência.

Segundo os advogados, o condomínio não tem responsabilidade por roubos e furtos, a não ser que seja comprovado que o fato aconteceu por uma falha na segurança do prédio. Badaró explica que, dependendo da situação, a cobrança pode ser estendida para a empresa terceirizada.

Segurança interna

  • Certifique que torneiras estão bem fechadas
  • Retire aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos da tomada, exceto geladeira
  • Desligue registros de gás e água
  • Isso ajuda a evitar situações como vazamentos e curtos-circuitos
  • Verifique se todas as fechaduras, janelas e portas estão bem trancadas
  • Caso deixe objetos de valor, guarde em locais de difícil acesso
    • ​Se não tiver um cofre, espalhe em locais estratégicos da casa em pequenas embalagens
    • ​É recomendado escanear e guardar notas fiscais de objetos de valor, isso facilita caso precise registrar o que foi furtado

Prevenção

1- Atualize o cadastro no condomínio

  • Dados como telefones, emails e pessoas para contatar em caso de problemas devem estar atualizados
  • De preferência, faça isso com antecedência e não só quando for viajar

2- Seja discreto

  • Não conte quando e quanto ficará fora para todo mundo
  • Se essa informação for espalhada de forma indevida, há uma fragilidade na segurança

3- Comunicação

  • Se tiver plena confiança em algum vizinho ou zelador, por exemplo, vale pedir que a pessoa fique atenta a eventuais movimentações ou problemas próximo a unidade
  • Neste caso, vale deixar um meio de contato com a pessoa para emergências

4- Chaves

  • Não devem ficar embaixo de tapete/perto de extintor etc.
  • Nem deixe na portaria do prédio ou com um vizinho que não confie plenamente
  • Condomínio não tem responsabilidade sob a chave do morador
  • O melhor é não entregar para ninguém
  • Caso precise, escolha alguém de confiança
  • Deixe uma autorização prévia para a entrada dessa pessoa

5- Vigilância

  • Se puder, outra opção é instalar equipamentos de segurança como sensor de movimento

Correspondências e encomendas

1- Viagens curtas

  • É possível deixar na caixa e buscar quando retornar

2- Viagens longas

  • É possível nomear um responsável para cuidar disso
  • Ou mudar o endereço de entrega

Animais de estimação e plantas

  • Animais como cachorros e gatos não podem ficar sozinhos por dias, abandono é crime
  • Caso não possa levar na viagem, procure deixar com alguém que confie ou em hotel próprio para animais
  • Outra opção para quem tem peixes, é comprar um alimentador automático
  • Plantas também podem ser cuidadas por outra pessoa durante este período
  • Outra opção é pedir que alguém vá no apartamento para cuidar
    • Neste caso é importante confiar na pessoa
    • Lembre-se que esquecer uma porta aberta após a visita, por exemplo, também pode fragilizar a segurança

Ocorrências

  • Em caso de furtos no apartamento, pessoa deve procurar o síndico e registrar boletim de ocorrência na delegacia
  • Cada um responde pelo seu patrimônio
  • Condomínio só responde caso seja comprovado que o problema na segurança foi causado por uma falha dele
    • Como entrada por um muro caído, portão que ficou aberto, confusão ao identificar alguém etc.
  • A lógica é semelhante para falhas cometidas por empresas terceirizadas
    • Se comprovadas, o condomínio pode entrar com uma ação de regresso cobrando a empresa
  • Se o condomínio faz os procedimentos básicos de segurança, identificando todos que entram, a “culpa” não é dele
  • São as autoridades policiais que investigarão para descobrir o que aconteceu

Prédios

  • Deve implementar os procedimentos básicos de segurança
  • A administração pode reforçar as orientações para que funcionários tomem cuidado e se atentem às movimentações

Fonte: Folha de S. Paulo